Buscar
  • Sidney Santos

AURO: Conheça um pouco da essência atmosférica da banda e ouça o novo álbum.

Bellow English:

Atmospheric Black Metal é o gênero que provavelmente mais se aproxima da música de Auro. Uma forte vibração dos anos 90 está claramente presente em suas canções, induzida por composições estridentes com uma linha de guitarra da velha escola, passagens de teclado habilidosas e uma produção geral simplesmente crua, mas diferenciada, que entrega aquele sentimento e energia específicos. A bateria estrondosa, na maioria das vezes furiosamente acelerada, junto com os vocais de congelar o sangue de Dragg e Framan, fornecem um nível massivo de dinâmica e poder absoluto dentro das oito músicas apresentadas aqui.

Auro é uma fusão das palavras Aura e Ouroboros. Ouroboros, o autoconsumo, simboliza uma entidade totalmente autárquica. Personifica a utopia definitiva a ser alcançada: a criação de um microcosmo social e emocional sem qualquer interação com o abominável mundo exterior.

Aura é a ferramenta propositalmente usada como martelo, esmagada destrutivamente na face grotesca da sociedade para dissuasão. E, ao mesmo tempo, construir a base da própria existência como parte do cosmos individual. Este conceito é mapeado em letras ilustrativas no álbum, estendendo-se de visões apocalípticas de tempestades de fogo, erradicação, morte e decadência até viagens astrais, deixando a humanidade para trás e entrando em contato com o onipresente deus antigo em escala.

Tracklist:

I. Dämmerung - Einlass des Äußersten

II. Im Nebelland

III. Ouroboros - Schuppengott

IV. Brodelnde Wasser - Rufe und Zeichen

V. Rammbock - Durchbruch zur Entmenschlichung

VI. Vision - Das allsehende Auge

VII. Von Flammentod und Wiederkehr

VIII. Aura IX. Zwischen den Welten

X. Unnahbar...


Line-up:

Framan (Guitars, Bass, Vocals, Lyrics)

Dragg (Vocals, Lyrics)


Membros de Studio:

Nefastus (Drums)

Henker (Keyboards)


Facebook: https://www.facebook.com/Auro.BlackMetal

English:

Atmospheric Black Metal is the genre that probably comes closest to Auro’s music. A strong '90s vibe is clearly present in the songs –induced by screeching old-school guitar compositions, skilful keyboard passages and an overall raw, yet differentiated production that delivers that specific feeling and energy. The thunderous, most time ragingly fast-paced drums, together with the blood-freezing vocals of both Dragg and Framan, provide a massive level of dynamics and sheer power within the eight songs presented here.

Auro is a merging of the words Aura and Ouroboros. Ouroboros, the self-consumer, symbolizes a completely autarkic entity. It personifies the ultimate utopia to be achieved: The creation of a social and emotional micro cosmos without any interaction with the abominable outer world.

Aura is the tool which is purposely used as a hammer - destructively smashed in the grotesque face of society for deterrence. And yet at the same time to build the foundation of the very own existence – as part of the individual cosmos. This concept is mapped in illustrative lyrics on the album, extending from apocalyptic visions of firestorms, eradication, death and decay to astral journeys, leaving humanity behind and coming into touch with the omnipresent ancient scaled god.

Tracklist:

I. Dämmerung - Einlass des Äußersten

II. Im Nebelland

III. Ouroboros - Schuppengott

IV. Brodelnde Wasser - Rufe und Zeichen

V. Rammbock - Durchbruch zur Entmenschlichung

VI. Vision - Das allsehende Auge

VII. Von Flammentod und Wiederkehr

VIII. Aura IX. Zwischen den Welten

X. Unnahbar...


Line-up:

Framan (Guitars, Bass, Vocals, Lyrics)

Dragg (Vocals, Lyrics)


Studio members:

Nefastus (Drums)

Henker (Keyboards)


Facebook: https://www.facebook.com/Auro.BlackMetal

Coletivo La Migra | São Paulo/Brasil

coletivolamigra@gmail.com

Se inscreva no nosso site e receba diariamente todas as atualizações! 

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Vkontakte ícone social