• Sidney Santos

Ouça "Genocidal Sextasy" da banda de Kim Sølve, Blitzkrieg Baby!

Bellow English:

Em um ano já definido pela sociedade que está parado a pedido de uma pandemia global, a chegada do novo LP "Genocidal Sextasy" da banda Blitzkrieg Baby comanda a ruminação com uma ironia azeda. Desde que o artista norueguês Kim Sølve, do início dos anos 2000, fundou a Blitzkrieg Baby como uma exploração oportuna da arrogância e insensibilidade humana, diante de uma visão arrastada, desoladora e pessimista através dos resíduos do egoísmo e da arrogância cruel da humanidade que paradoxalmente funciona como um confronto catártico do medo existencial do século XXI.


Enraizado no golpe sequencial da EBM e com o espectro empoeirado da sujeira industrial da morte e o mal-estar do ambiente escuro, Kim Sølve e seus colaboradores (Bjeima, Reverendo Certo B, Aymeric Thomas e Frederic Arbor) criaram uma oscilação constante e sem pressa, faixas rítmicas que refletem uma dança lenta dos mortos clamando por uma reconciliação que nunca se manifesta. Tudo, desde o rigor militarista de Laibach até os teatros de forca de Alice Cooper, significam-se nas onze faixas do álbum.


O público neste ano violento, poderá achar que "Genocidal Sextasy" é como um expurgo de confronto implacável ou um apenas um tapa muito próximo para o conforto diante de uma ansiedade extremamente oportuna, aí talvez dependa da pessoa. Enquanto isso, a Blitzkrieg Baby forneceu outra pílula difícil de engolir que sem dúvida deixará os fãs de eletrônicos industriais e extremos intransigentes clamando por outra solução.


Escrito por Paul Haney



Juntamente com o lançamento em vinil de "Genocidal Sextasy", a Cloister Recordings também está lançando pela primeira vez o álbum de estreia da Blitzkrieg Baby, "Porcus Norvegicus" (2012), em vinil.


Kim Sølve é para os entusiastas da música, mais conhecido por seu trabalho com a Trine + Kim Design Studio, que desde a mudança do milênio criou obras de arte para Mayhem, Ulver, Darkthrone, Enslaved, Shining, Solefald, DHG / Dødheimsgard, Virus, Ved Buens Ende e muitos mais...


O álbum foi lançado no dia 21 de junho no formato digital, solte o play abaixo e confira:


English:

In a year already defined by society coming to a standstill at the behest of a global pandemic, the arrival of Blitzkrieg Baby’s new LP Genocidal Sextasy commands rumination with an acerbic irony. Since the early 2000’s Norwegian artist Kim Sølve has carried forth Blitzkrieg Baby as a timely exploration of humanity’s hubris and callousness, a bleak and pessimistic trawl through the dregs of mankind’s selfishness and cruel arrogance that paradoxically operates as a cathartic confrontation of 21st century existential dread.


Rooted in both the sequenced thump of EBM with the dusty spectre of death industrial grime and dark ambient unease, Kim Sølve and his collaborators (Bjeima, The Right Reverend Mr. B, Aymeric Thomas, and Frederic Arbour) have crafted a steady and unhurried oscillation, rhythmic tracks mirroring a sluggish dance of the dead clamouring for reconciliation that never manifests. Everything from Laibach’s militaristic stringency to even Alice Cooper’s gallows theatrics signify themselves over the albums eleven tracks.


Whether audiences in this fraught year find Genocidal Sextasy as a confrontational purge of relentless trauma or a too-close-for-comfort slap in the face of extremely timely anxiety will perhaps depend on the person. In the meantime, Blitzkrieg Baby has provided another tough pill to swallow that will no doubt leave fans of uncompromising industrial and extreme electronics clamouring for another fix.


Written by Paul Haney



Along with the vinyl release of Genocidal Sextasy, Cloister Recordings is also releasing Blitzkrieg Baby’s debut album Porcus Norvegicus (2012) on vinyl for the very first time.


Kim Sølve is for music enthusiasts most known for his work with Trine + Kim Design Studio, whom has since the shift of the millennium created artworks for Mayhem, Ulver, Darkthrone, Enslaved, Shining, Solefald, DHG/Dødheimsgard, Virus, Ved Buens Ende, and many more.


The album was released on June 21 in digital format, release the play below and check it out:


#BlitzkriegBaby | #Alternative | #Noruega | #AgainstPR | #Oslo | #EletronicNews | #EletronicMusic | #EletronicBand | #EletronicFans

0 visualização

Coletivo La Migra | São Paulo/Brasil

coletivolamigra@gmail.com

Se inscreva no nosso site e receba diariamente todas as atualizações! 

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Vkontakte ícone social