• Sidney Santos

Weedevil exalta o stoner e o doom em EP que leva nome da banda.


Formada em 2019 por Flávio Cavichiolli (baterista do Pin Ups, ex-Forgotten Boys), a Weedevil acaba de lançar o EP homônimo com cinco faixas, entre dois singles que saíram ano passado – Icarus e Morning Star – e três inéditas. O registro chega às plataformas de streaming pela Abraxas Records. Ouça AQUI.

O EP carrega todas as influências pesadas e esfumaçadas que a Weedevil agregou neste início de carreira – a estreia nos palcos foi em dezembro de 2019, em São Paulo, como banda de abertura para a clássica stoner sueca Asteroid.

Ao longo das cinco faixas, a Weedevil destila um robusto stoner rock com passagens doom e muito heavy metal anos 80. A grande referência da banda é Black Sabbath. Uma particularidade do EP é o uso de pequenos discursos sampleados, um de Charles Manson (na abertura do disco), e outro de Alester Crowley, na inédita Burn like hell.


Outro EP está previsto ainda para 2020. Segundo Cavichiolli, a ideia era lançar um full álbum com 10 músicas, mas, por conta da pandemia, o material foi segregado. É apenas questão de tempo para os fãs de stoner/doom ter mais um registro da Weedevil, que surgiu na cena com força de vontade e criatividade ímpar.

Tags: #Weedevil #SãoPaulo #Brasil #TedescoComunicaçãoeMidia #AbraxasRecords

0 visualização

Coletivo La Migra | São Paulo/Brasil

coletivolamigra@gmail.com

Se inscreva no nosso site e receba diariamente todas as atualizações! 

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Vkontakte ícone social